Carta para as futuras gerações

Carta para as Futuras Gerações escrita por Ilya Prigogine, um químico russo naturalizado belga, que recebeu o Nobel de Química de 1977, pelos seus estudos em termodinâmica de processos irreversíveis com a formulação da teoria das estruturas dissipativas.

Segundo Prigogine, Cabe às futuras gerações construir uma nova coerência que incorpore tanto os valores humanos quanto a ciência, algo que ponha fim às profecias quanto ao “fim da ciência”, “fim da história” ou até quanto ao advento da “pós-humanidade”.

As recentes Ciências da Complexidade negam o determinismo; insistem na criatividade em todos os níveis da natureza. O futuro não é dado.

Os Conceitos introduzidos pelas Ciências da Complexidade podem servir como metáforas muito mais úteis do que o tradicional apelo a metáforas newtonianas. As Ciências da Complexidade, assim, conduzem a uma metáfora que pode ser aplicada à sociedade: um evento é a aparição de uma nova estrutura social depois de uma bifurcação; flutuações são o resultado de ações individuais.

Lógica Fuzzy ou Lógica Nebulosa

Momento Fractal no Plural Fortaleza – 2018