Há uma maneira mais simples e melhor de organizar a atividade humana. E cada um de nós precisa fazer a sua parte para transformá-la numa prática preponderante.