Entendendo a Auto-organização das Dinâmicas da Saúde: Destaque da Ecologia Saudável

A pesquisa sobre a complexidade auto-organizadora das dinâmicas humanas ilumina um novo cenário para estudos ecológicos: o cenário da Ecologia Saudável.

O termo “ecologia” tem sua raiz na palavra grega oikos que significa “casa”. Da mesma forma que a casa proporciona um abrigo para as pessoas viverem, o Universo proporciona um ‘abrigo’ para o infinito desdobramento das formas inanimadas e animadas para existirem e evoluírem juntas. A casa – oikos – é um lugar onde seus habitantes relacionam-se uns com os outros e interagem dinamicamente. É possível que esses interrelacionamentos e interações sejam saudáveis tanto para os humanos quanto para o restante da natureza no oikos que nós compartilhamos? Esse é um questionamento feito pela Ecologia Saudável – uma questão vital. Se não pudermos responder a esse questionamento, a chance para nossa sobrevivência como espécie humana neste Planeta diminui. Crises ambientais, desastres e cataclismos que emergem como resultado dos nossos relacionamentos doentios com a natureza continuarão a contribuir para espalhar doenças incuráveis entre nós e as outras formas de vida. Guerras, conflitos e opressão que emergem como resultado dos nossos relacionamentos doentios de uns com os outros continuarão a acelerar os processos de destruição da vida.

No foco da Ecologia Saudável está a única teia da vida – as interações que dão suporte à saúde em todos os âmbitos da sua emergência auto-organizadora – intrapessoal e interpessoal; entre os indivíduos e o ambiente, assim como entre os indivíduos e a sociedade; entre a sociedade e a natureza, assim como entre a sociedade e todo o Universo que evolui.

Presença – Propósito Humano e o Campo do Futuro

Pensamento Complexo – Suas Aplicações à Liderança, à Aprendizagem e ao Desenvolvimento Sustentável